Café com óleo de coco – como saber se ajuda no emagrecimento

Publicado em 11 de dezembro de 2017

 

Olá, queridos leitores!

Antes de tudo, como de costume, comento sobre o texto da semana passada. Falei sobre beber água com limão pela manhã.

Neste de hoje, trago mais uma novidade – e que é uma tendência entre as famosas -, que é beber café com óleo de coco. Aqui você vai saber os benefícios e os perigos de exagerar nessa bebida. E, claro, saber se é boa para sua dieta e para o processo de emagrecimento.

Uma das alimentações das quais devemos nos atentar é o café da manhã. Principalmente se você faz jejum intermitente. Nesse caso, para saber mais, escrevi há um tempo sobre o tema.

Pela manhã é mais comum o consumo do café, e agora uma tendência é misturá-lo com o óleo de coco.

 

O que é óleo de coco

É um alimento funcional em óleo extraído da fruta coco. O processo de extração deve ser feito em até 48 horas após a colheita dessa fruta.

A recomendação é de que esse óleo tenha origem de produtores sérios, onde suas plantações sejam certificadas e orgânicas.

 

Benefícios do óleo e coco

Apesar de algumas controvérsias, o óleo de coco é uma substância que ajuda no emagrecimento. É claro que ele é um alimento que possui alta quantidade de gorduras saturadas. Mas, seus defensores afirmam que o óleo de coco faz parte da cadeia média do triglicerídeos (TCM).

Isso significa que eles são mais absorvidos pelo corpo e são convertidos em energia, não acumulando gordura.

No entanto, tendo estas informações, o óleo de coco

  • ajuda a emagrecer;
  • controla o colesterol;
  • dá sensação de saciedade.

 

Quais os benefícios do café com óleo de coco

A sensação de saciedade é uma das características mais marcantes da combinação. A mistura acelera o metabolismo e queima a gordura, que produz energia.

Muitas pessoas que frequentam academias consomem essa bebida no período pré-treino, pois potencializa a performance pelos efeitos de

  • ação termogênica – transforma as calorias da gordura corporal e da alimentação em energia.

 

 

Deixe um comentário abaixo e compartilhe este texto em suas redes sociais

Comentários

Compartilhe: