Saiba o que é jejum intermitente e como praticá-lo com segurança

Publicado em 6 de novembro de 2017

 

Olá, pessoas! Como vocês estão?

A maior parte do meu público me procura com o objetivo de emagrecimento. Sendo assim, como há várias formas de planejamento de uma dieta, e algumas delas elaboro com meus clientes, vou apresentar aqui o jejum intermitente.

Essa variação é uma das formas mais praticadas do mundo. Mas muito cuidado, pois para praticar essa variação é preciso responsabilidade.

 

O que é jejum intermitente

Jejum intermitente é um método de emagrecimento que visa intercalar períodos de jejum com períodos de alimentação.

O objetivo é fazer com que o corpo utilize os estoques de gordura e com isso haja uma perda de massa gorda.

O JI é um jejum planejado e programado por um tempo determinado. Existem formas diferentes de planejar o JI, 8 horas, 12 horas, 18 horas, 24 horas.

Pode ser realizado 1, 2 ou 3 vezes por semana. Os efeitos do JI se baseiam na expressão de genes que estão envolvidos com aumento da capacidade antioxidante e oxidação de gorduras.

 

Quanto ao período

No JI de 12 horas, por exemplo, faz-se a última refeição do dia anterior, o jantar, em seguida dorme-se por no minimo 8 horas e realiza-se a próxima refeição às 12h00, o almoço.

Basicamente não se faz café da manhã e lanche da manhã.

Durante o jejum, é permitido consumir chá e café sem adoçar, de preferência, ou utilizar algumas gotinhas de adoçante, por não conterem quantidades significativas de calorias.

 

Efeitos do jejum intermitente

Estudos com o JI apresentam diversos resultados como maior

  • oxidação de gordura;
  • diminuição de LDL colesterol;
  • redução dos níveis de insulina;
  • modulação da inflamação.

Porém, alguns estudos mostram que os efeitos de uma dieta comum de restrição calórica, possui o mesmo efeito que o jejum, e é um tipo de dieta bem aceita, pois o paciente não passa longos períodos sem se alimentar.

 

Gente, tomem cuidado!

O jejum intermitente (JI), quando realizado, deve ser feito com auxílio de profissional capacitado.

Para indicar o JI é necessário conhecer o paciente, bem como, seus hábitos alimentares e seu perfil genético.

 

 

 

Deixe seu comentário e compartilhe este texto em suas redes sociais.

Comentários

Compartilhe: