Dicas sobre alimentação que todo atleta de performance deve seguir

Publicado em 25 de maio de 2017

 

Nada é mais importante na vida útil de um atleta do que a alimentação. Saber dosar as refeições de acordo com o peso, o biotipo e a categoria da qual compete quase sempre é ignorada.

O treinamento é o que pode, talvez, fazê-lo um atleta de alta performance. Mas a alimentação é, junto com a disciplina, o combustível que o direciona ao melhor rendimento.

Toda atividade física traz benefícios à química corporal, à saúde e proporciona longevidade em uma profissão como de atleta.

Neste artigo você que é atleta ou pratica algum esporte saberá como balancear a alimentação antes e depois dos treinos.

Como combinar os macronutrientes e os micronutrientes para conseguir melhorar a performance.

 

As proteínas são aliados dos atletas profissionais

Quando as atividades físicas são concluídas, o atleta precisa de recuperação pós treino para que consiga repôr o glicogênico dos músculos.

As moléculas de glicose é a reserva energética que o corpo precisa para essa recuperação. Alguns alimentos são

  • Peito de frango;

  • Filé de peixe (Saint Peter e Linguado);

  • Carne Vermelha (alcatra, patinho e coxão mole).

 

Os que possuem aminoácidos essenciais são os leguminosos

  • Grão de bico;

  • Lentilha;

  • Feijão;

  • Ervilha.

 

E os ricos em carboidratos

  • Batata doce;

  • Arroz integral;

  • Mandioquinha;

  • Inhame;

  • Mandioca;

  • Aveia.

Além destes alimentos, as frutas e verduras são recomendadas.

 

Algumas sugestões para alimentação pré e pós treino

A água de coco é, também, um aliado para o metabolismo de hormônios como a testosterona (que auxilia no ganho pela massa magra). Essa é uma bebida que estimula o metabolismo por vitaminas lipossolúveis (A, D, E, K).

Pré treino:

  • Biscoito de arroz com pasta de grão de bico (homus) ou pasta de amendoim;

  • Crepioca (ovo + tapioca – na forma de panqueca);

  • Iogurte + aveia + fruta.

Pós treino:

  • Omelete com queijo magro + tomate + 1 fruta ou 1 porção de um tipo de tubérculo;

  • Iogurte desnatado + fruta + castanhas;

  • Whey protein isolado batido com fruta.

 

O desempenho varia de acordo com que o atleta se alimenta durante os treinos e antes das competições de alta performance. Não deixe de consultar uma nutricionista especializada para melhorar seu rendimento, pela consultoria em alimentação. 

 

O artigo foi útil? Então deixe um comentário e compartilhe em suas redes sociais.

Comentários

Compartilhe: